Hoje (21/3) é o Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial. A data ficou marcada por protestos pacíficos de negras e negros na década de 1960, em Joanesburgo, África do Sul, contra uma sanção do regime do Apartheid, que terminou no assassinato de manifestantes por policiais brancos.

A data está incorporada ao calendário de lutas da categoria de assistentes sociais, que tem o compromisso ético de combate ao racismo e a todas formas de opressão. No Conjunto CFESS-CRESS, o tema vem ganhando destaque nas últimas décadas. A mais recente ação foi a criação dos Comitês Antirracistas do CFESS e de vários regionais, frutos de deliberação do 49º Encontro Nacional.

A primeira ação do Comitê Antirracista do CFESS foi a realização, em fevereiro de 2024, de uma formação (imersão) com toda a gestão e assessorias do Conselho, destacando a importância da transversalidade da pauta em todas as comissões e áreas da entidade. Foram convidadas Cristiane Faustino (ativista e assistente social), Elizângela Pankararu (assistente social indígena) e Maria Helena Elpídio (professora da UFES).

O CFESS disponibiliza uma série de normativas e publicações, como o caderno da série “Assistente Social no Combate ao Preconceito: Racismo”, a recente Resolução 1054/2023, que “estabelece normas vedando condutas de discriminação e/ou preconceito étnico-racial no exercício profissional” e o livro Assistentes Sociais no Combate ao Racismo. Acesse!

https://bit.ly/SeSoAntirracista

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Responder

Seu email não será publicado.

*
*